Como transformar o ato de lavar a roupa numa ação mais amiga do ambiente? A ciência explica

No meu último dia no ESOF2014 foi possível conhecer em maior pormenor o que está a ser feito em laboratório para que, no futuro, possamos poupar energia  e lavar a roupa de forma mais sustentável.

Na verdade, a ciência pode ajudar a que se possam eliminar nódoas de gordura, por exemplo, sem ser necessário usar temperaturas elevadas e elementos mais poluentes. Os cientistas estão a procurar substituir as substâncias presentes nos detergentes por enzimas.

Estas são extraídas da natureza, nomeadamente a partir de fungos ou bactérias e têm papel importante pois cumprem rapidamente a tarefa para qual se destinam (neste caso específico a limpeza da roupa), em comparação com outros produtos que obrigam a um maior gasto energético.

Imagem

Estes fungos ou bactérias são geralmente extraídos de vários locais com diferentes características (como florestas, solos arenosos, entre outros). Para este caso em particular, têm de ser encontrados microrganismos que crescem e se desenvolvem a baixas temperaturas, como por exemplo em zonas glaciares. Um trabalho de campo que é feito pelos cientistas numa primeira fase.

Após desenvolverem estas enzimas, estas são testadas em máquinas de lavar a roupa, nas quais se compara a lavagem da roupa com um detergente sem enzimas e a lavagem com um detergente ao qual as mesmas são adicionadas. Neste caso, a roupa que sai da máquina de lavar a roupa sem enzimas sai com nódoas e a outra sai praticamente limpa ou com consideráveis diferenças.

Entre os principais grupos de enzimas estão: proteases, lipases (removem geralmente nódoas de gordura), amilases, mannanases (removem nódoas de ketchup ou maionese por exemplo), cellulases and pectinases.

Imagem

Esta é parte da investigação que a empresa Novozymes está a fazer atualmente, tendo o foco na sustentabilidade. Por forma a mostrar o laboratório e o seu trabalho, abriram as portas aos jornalistas do ESOF para uma visita guiada.

No entanto,  referiram, trata-se de um trabalho moroso, estando ainda longe de uma implementação no mercado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s